A UM MÊS DA ESTREIA, “EIKE - TUDO OU NADA” DIVULGA CARTAZ ALTERNATIVO COM RECORTES DE JORNAL. FILME ESTREIA 22 DE SETEMBRO NOS CINEMAS


Longa sobre ex-bilionário é protagonizado por Nelson Freitas e conta com Thelmo Fernandes, Marcelo Valle, Bukassa Kabengele, Juliana Alves, Carol Castro e grande elenco

 

 

A um mês da estreia, Eike -- Tudo ou Nada, longa-metragem que acompanha a ascensão e queda do ex-bilionário Eike Batista, acaba de divulgar um cartaz alternativo que traz recortes de reportagens inspiradas no filme. Com direção e roteiro da premiada dupla Andradina Azevedo e Dida Andrade (A Bruta Flor do Querer e 30 Anos Blues), o filme é inspirado no livro homônimo da jornalista Malu Gaspar. A produção é de Tiago Rezende, da Morena Filmes. Protagonizado por Nelson Freitas, o longa chega aos cinemas dia 22 de setembro, com distribuição da Paris Filmes.
 

"Para compor esse personagem eu fiz um estudo profundo", explica Nelson Freitas. "Eu passei pelo menos dois meses debruçado em pesquisas, entrevistas, tudo que foi material que eu conseguia angariar ao longo desse caminho para poder compor uma estrutura física, me aproximar mais do jeito que ele fala, de algumas visões. A gente tem a questão física e a questão psicológica, que é um outro detalhe muito importante na composição. É muito difícil, não estou imitando ninguém, estou fazendo o meu entendimento sobre essa personalidade. E esse, talvez, tenha sido o maior desafio".
 

Eike -- Tudo ou Nada percorre um breve, mas intenso período da vida do ex-bilionário Eike Batista. A história começa em 2006, quando o Brasil passava por uma expansão econômica com o pré-sal e o empresário decide criar a petroleira OGX. E segue até a sua prisão em 2017, alvo da Operação Eficiência, um desmembramento da Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro. Eike foi acusado de fazer parte de um esquema de corrupção do ex-governador Sergio Cabral, preso desde 2016.
 

Sétimo homem mais rico do mundo em 2012, Eike foi do auge ao declínio em poucos anos. Com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões, na época era o maior bilionário brasileiro do mundo e estava no auge com as empresas do grupo EBX (OGX, MMX e OSX). Em 2014, já não integrava mais a lista da Forbes. Eike - Tudo ou Nada revela os bastidores dessa história extremamente midiática, mas que até hoje provoca controvérsia e curiosidade. A linguagem pop que é marca dos diretores confere ao filme uma estética moderna e ágil.
 

O longa também traz no elenco Thelmo Fernandes, Marcelo Valle, Bukassa Kabengele, Juliana Alves e Xando Graça interpretando os funcionários da OGX, além de Jonas Bloch e André Mattos, que vive o ex-governador. Na adaptação, os ex-colaboradores da Petrobras que saíram da estatal para fundar a OGX ganham nomes fictícios: Laerte, Kopas, Nelson, Zita e Odorico, o Dr. Oil. Em uma participação especial, Carol Castro interpreta Luma de Oliveira, ex-mulher de Eike.

 

SINOPSE

O filme percorre um breve mas intenso período da vida do ex-bilionário Eike Batista, que já foi um dos homens mais admirados do Brasil e o sétimo mais rico do mundo. A história começa em 2006, quando a economia brasileira deslanchava por causa do pré-sal. Eike Batista decide criar a petroleira OGX e contrata os melhores homens da Petrobras para participar do leilão do pré-sal. Mas os planos megalômanos e uma série de decisões e alianças equivocadas fazem seu império ruir de forma tão espetacular quanto havia crescido. E o Brasil assiste, perplexo, à queda de Eike, que perde toda sua fortuna, poder e prestígio. Inspirado no livro da jornalista Malu Gaspar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Festival #ConverseComOutrasIdeias debate sustentabilidade na semana do Dia Mundial do Meio Ambiente