DOCUMENTÁRIOS VENCEDORES DO EDITAL “CONEXÃO JUVENTUDES” SERÃO EXIBIDOS NO PRIME BOX BRAZIL

 

Filmes selecionados pela iniciativa do Instituto Unibanco refletem a pluralidade da juventude brasileira e os desafios em educá-la

 

 

Setembro de 2022 -- Os desafios e o cotidiano de jovens de diferentes estados brasileiros durante a pandemia são analisados nos seis documentários selecionados pelo edital "Conexão Juventudes", uma iniciativa do Instituto Unibanco exibida na televisão pelo canal Prime Box Brazil. Disponível na maioria das operadoras de televisão por assinatura, o canal pode ser acessado também, ao vivo, pela plataforma de streaming Box Brazil Play.

 

Por meio de histórias de vida tocantes, os filmes abordam questões como educação indígena e afrocentrada, imigração, gravidez na adolescência, falta de acesso à internet e a necessidade de equilibrar trabalho e estudo, realidade enfrentada por muitos jovens que precisam contribuir com a renda familiar.

 

Entre dezenas de projetos inscritos, esses filmes foram escolhidos por uma comissão julgadora composta pelos cineastas João Jardim, João Moreira Salles e Val Gomes, além de Tiago Borba, gerente do Instituto Unibanco; Mauro Garcia, presidente da Brasil Audiovisual Independente (Bravi); e Eliane Costa, coordenadora do MBA Bens Culturais: cultura, economia e gestão, da Fundação Getúlio Vargas. Durante a execução, as produtoras receberam mentoria de profissionais renomados e experientes: os cineastas João Jardim, já mencionado, e Marcia Medeiros, na montagem.

 

Com 26 minutos de duração, cada produção trata de questões singulares das personagens abordadas e as obras foram filmadas durante a pandemia do Covid-19, tema que atravessa todas as histórias.

 

SERVIÇO

Conexão Juventudes

Onde: Canal Prime Box Brazil

Estreia: 22 de setembro, às 21:00 horas

Reprises: Sextas, às 08:00 / Domingos, às 05:30 / Segundas, às 11:00 / Terças, às 12:00 / Quartas, às 19:30

Episódios: 6

Duração: 26 minutos por episódio

Classificação indicativa: Livre

 

FICHA TÉCNICA RESUMIDA DOS DOCUMENTÁRIOS:

 

Nome: Adolescer

Produtora: 55 CINE

Estado: Espírito Santo

Direção: Gustavo Moraes

Sinopse: Adolescer é um documentário sobre a transformação vivida por jovens da periferia da Grande Vitória, originalmente predestinados ao fracasso, que estudavam em uma escola desacreditada pela comunidade. Vivendo em uma região pobre, em meio ao tráfico, e em uma área vista pela mídia local como a mais violenta do estado, estes jovens encararam o desafio de entrar na vida adulta e com apoios de familiares, amigos e da escola, buscar um futuro melhor.

Trailer: Link

 

Nome: Contraturno

Produtora: Panaceia Filmes

Estado: Goiás

Direção: Larissa Fernandes e Deivid Mendonça

Sinopse: Contraturno é um documentário que acompanha a vida de Vitor e Renata, dois adolescentes que estudam e trabalham na cidade de Urutai, interior de Goiás, durante a retomada das aulas presenciais. Mas, para eles, há um desafio em especial: conciliar a rotina da adolescência, os estudos e o trabalho. O filme aborda alguns dos motivos de abandono e evasão, a crise que a pandemia projetou na educação, e a jornada dupla de adolescentes e como os marcadores raciais atravessam tudo isso.

Trailer: Link

 

Nome: DesConectados

Produtora: B&T Audiovisual

Estado: Piauí

Direção: Márcio Bigly

Sinopse: desConectados narra os maiores desafios enfrentados pelos estudantes e educadores do Ensino Médio da única escola pública estadual de Tanque do Piauí - semiárido piauiense - durante a pandemia de Covid-19, onde o acesso à internet não é realidade para todos e se tornou essencial e indispensável para dar continuidade aos estudos.

Uma história de luta pelo direito à educação e acesso digital, que revela a força das juventudes como ação transformadora de sua própria realidade.

Trailer: Link
 

Nome: Onde Aprendo a Falar com o Vento

Produtora: Apiário Estúdio Criativo

Estado: Minas Gerais

Direção: André Anastácio e Victor Dias

Sinopse: Onde aprendo a falar com o vento conta a história de um grupo de jovens de Oliveira, Minas Gerais, que fundou o Reinadinho, um festejo do Reinado protagonizado só por crianças e jovens. Tendo a Capitã Pedrina como mentora, aprendem sobre sua história e a história de seus antepassados, vivenciando esta tradição afro-diaspórica como espaço de cura e aprendizagem. Convidados pelo filme, refletem sobre o papel da escola e do Reinado enquanto espaços de educação.

Trailer: Link

 

Nome: Antes do Livro Didático, o Cocar

Produtora: BOBOX Produções / ABOCA Audiovisual

Estado: Rio Grande do Norte

Direção: Rodrigo Sena

Sinopse: Estudar durante a pandemia é um desafio enfrentado por crianças e jovens em todo o planeta. Para populações desassistidas, que vivem nas periferias ou em condições de vulnerabilidade, as dificuldades são ainda maiores. Mas essa barreira não retirou a esperança, nem o desejo de aprender dos alunos das duas únicas escolas direcionadas aos povos originários no estado do Rio Grande do Norte.

Trailer: Link

 

Nome: Terremoto

Produtora: Filmes de Plástico

Estado: Minas Gerais

Direção: Gabriel Martins

Sinopse: Em 2010, o Haiti sofreu com um terremoto de grande magnitude que deixou mais de 300 mil mortos. Dentre as vítimas estava a família de Nicolson e Niky Augustin, dois jovens haitianos. Tentando se reerguer nos anos seguintes, a família dos garotos não viu saída a não ser se mudar para o Brasil, mais especificamente a periferia de Contagem, Minas Gerais. Ali, sem saber falar o idioma, eles tiveram que se adaptar a uma nova realidade e educar seus filhos.

Trailer: Link

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

GloboNews promove Festival #ConverseComOutrasIdeias

Formula E