Star+ | A Princesa - Estreia em 22 de julho


 

O diretor Le-Van Kiet deixa sua marca no novo filme original do serviço de streaming

 

Mulher jogando vídeo game    Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
TRAILER: 
https://www.youtube.com/watch?v=ntfR754RfBw

 

 

Nesta semana, o público do Star+ embarcará em uma aventura medieval que vem para mudar tudo o que conhecemos até hoje sobre os contos de fada. Na sexta-feira, 22 de julho, estreia no serviço de streaming "A Princesa", um filme original produzido e estrelado pela atriz Joey King, que segue uma corajosa e determinada princesa em sua luta implacável para defender sua família e seu reino contra o cruel usurpador que quer tomar posse do trono de seu pai.

 

O filme repleto de ação é dirigido pelo cineasta vietnamita Le-Van Kiet, que, com seu olhar único, imprimiu na história sua inconfundível marca.

 

Mulher com a mão na boca    Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

UM TALENTO EMERGENTE NARRA UMA JORNADA HEROICA

Uma história como a de "A Princesa" precisava ser contada por um diretor com experiência em filmes de ação, mas que também tivesse uma habilidade especial em criar uma conexão com o público através dos personagens. Para realizar este feito, os cineastas convocaram Kiet, uma figura emergente do cinema asiático, cujo filme de vingança e artes marciais Fúria Feminina, de 2019, foi selecionado como o candidato do Vietnã para categoria de Melhor Filme Internacional na 92ª Cerimônia do Oscar®.

 

Kiet ficou particularmente deslumbrado com a possibilidade de retratar a jornada heroica da princesa ao longo do filme. Por um lado, ele ficou animado com a estrutura inteligente do roteiro. Por outro, ele sabia que os impressionantes cenários do filme eram ideais para apresentar os testes de resistência cada vez mais elaborados que a heroína deve superar no decorrer da história. "Há uma evolução da princesa que vai da adolescência à idade adulta. No final do filme, a princesa é uma mulher adulta que pensa em sua vida de uma maneira diferente. Isso me pareceu algo muito novo. O filme tem todo um aspecto da juventude, mas também traz uma maturidade", diz Kiet.

 

Homem olhando para o lado    Descrição gerada automaticamente

 

UNINDO FORÇAS COM O ELENCO PERFEITO

Narrar a heroica jornada de "A Princesa" exigiu que Kiet e King unissem forças com um elenco poderoso, capaz de enriquecer ainda mais a história. Para isso, primeiramente o diretor convocou a atriz norueguesa-vietnamita Verónica Ngo, sua colega de longa data, que trabalhou com Kiet em Fúria Feminina e em "A Princesa" interpreta Linh, a mentora da protagonista. Novamente, Ngo consegue demonstrar seu enorme talento para a ação, trazendo, ao mesmo tempo, ternura e afeto. "Quando Kiet me apresentou a história, ele a descreveu como uma combinação de Enrolados, Valente e La Rafle, que é um filme de artes marciais muito famoso na Ásia. Fiquei fascinada com a história porque é centrada em uma mulher. É a primeira vez que uma princesa será vista em uma cena de luta: é uma incrível história para as meninas do mundo inteiro que lutam por algo em que acreditam", diz Ngo.

 

O ator Dominic Cooper (Preacher, Agente Carter) interpreta o Lorde Julius, o conspirador, mas carismático antagonista que elabora um terrível plano de vingança contra a princesa, após ela se recusar a casar-se com ele. A atriz ucraniana Olga Kurylenko dá vida a Moira, a sanguinária escolta de Julius que acredita que seu superior deveria tomar o reino pela força e assassinar todos os habitantes do castelo. O elenco é completado por Ed Stoppard (O PianistaA Juventude) como o rei, Alex Reid (Nada Ortodoxa, Abismo do Medo) como a rainha, e a atriz irlandesa Katelyn Rose Downey como Violet.

 

Mulher com as mãos para cima    Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

 

AÇÃO: A MARCA DE KIET

Kiet se sentiu em casa criando as sequências de ação do filme, mas o trabalho não foi só dele. As cenas foram trazidas à vida por Clayton Barber (Creed: Nascido para Lutar, Jessica Jones), o coordenador de dublês e acrobacias de "A Princesa", que por sua vez convocou especialistas em ação da França, Alemanha e Bulgária.

 

Trabalhando em estreia colaboração com Kiet, Barber combinou técnicas orientais com técnicas ocidentais para criar as doze cenas de luta do filme, todas descritas com detalhes no roteiro. "Em sua jornada de evolução, a princesa ainda está aprendendo. Ela ainda não se tornou a guerreira por completo que está destinada a ser. No meio do filme, parece que está tudo perdido, que ela não vai conseguir, e de repente, ela realiza seu objetivo", diz Barber.

 

"A Princesa" estreia em 22 de julho, exclusivamente no Star+.

--


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

GloboNews promove Festival #ConverseComOutrasIdeias