MUSEU DO IPIRANGA SERÁ PALCO DE CONCERTOS GRATUITOS DA BRASIL JAZZ SINFÔNICA

Foto Nadja Kouchi




 

PRIMEIRA APRESENTAÇÃO ACONTECE NO DIA 20, NO AUDITÓRIO, COM REPERTÓRIO QUE CONTEMPLA DIVERSOS MOMENTOS DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

 

Fundação Padre Anchieta e o Museu do Ipiranga se unem para promover um novo projeto cultural em São Paulo, o Música no Museu, com a Brasil Jazz Sinfônica. Em 2023, serão realizados quatro concertos gratuitos com a Orquestra, que trarão ao público diversos momentos da música popular brasileira.
 

Na estreia, no dia 20 de maio, a Brasil Jazz Sinfônica apresentará um repertório especial, focado na produção musical brasileira do período imperial, que inclui composições do Padre José Maurício - músico influente da corte real portuguesa, que veio para o Brasil em 1808 -, de Carlos Gomes, Joaquim Antonio Callado e Chiquinha Gonzaga. O concerto terá regência do maestro João Maurício Galindo, e integra a programação da 21ª Semana Nacional de Museus.
 

Os próximos concertos da Brasil Jazz Sinfônica no Museu do Ipiranga ocorrerão nos dias 8 de julho, 23 de setembro e 25 de novembro. A capacidade do auditório do Museu é de 200 lugares. Os ingressos são gratuitos e limitados, e devem ser retirados com uma hora de antecedência na bilheteria do Museu. Cada pessoa terá direito a retirar um convite.
 

Segundo Fábio Chateaubriand Borba, diretor executivo da Brasil Jazz Sinfônica, a parceria tem o objetivo de levar a orquestra à novos palcos, além de proporcionar ações educativas para o público sobre a origem da música popular brasileira. "O primeiro registro que se tem da música genuinamente brasileira é no início do século XIX, no império, e a Orquestra Brasil Jazz Sinfônica, com o compromisso de iniciar um programa de educação musical em parceria com o Museu do Ipiranga, vai apresentar e revelar, de forma inédita, esse repertório de músicas do império brasileiro".
 

Borba ainda destaca que essa é uma ação inédita. "Não há nenhuma orquestra que tenha executado esse repertório e fazer isso dentro do Museu do Ipiranga, esse espaço que coleciona um acervo dedicado a um importante capítulo da nossa história, será uma grande experiência para a Brasil Jazz Sinfônica".
 

A apresentação faz parte do programa Música no Museu, em que estão previstas quatro apresentações musicais, com curadoria específica e relacionada às temáticas das exposições do Museu. "Queremos ampliar a programação cultural do Museu. E essa é uma parceria muito rica nesse sentido. Com essa série de concertos, fomentamos o diálogo entre as linhas de pesquisa curatorial do Museu e outras linguagens. Ainda teremos muitas atividades neste sentido ao longo de 2023", comenta Rosaria Ono, diretora do Museu do Ipiranga.
 

A parceria entre o Museu e a Brasil Jazz Sinfônica foi firmada em dezembro no ano passado, por meio de um convênio com a Fundação Padre Anchieta. O convênio também prevê exibições especiais e comentadas da minissérie IndependênciaS, da TV Cultura, dirigida por Luiz Fernando Carvalho.

 

SERVIÇO

Música no Museu apresenta: Brasil Jazz Sinfônica

20 de maio, sábado, às 16h

Entrada gratuita – distribuição de ingressos 1h antes do espetáculo

Capacidade: 200 lugares

Duração: aproximadamente 1h30

Classificação indicativa: Livre

Museu do Ipiranga

Terça a domingo, das 11h às 17h

Rua dos Patriotas, nº 20
 

PROGRAMA

JOAQUIM MANUEL DA CÂMARA [1780 – 1840]

Arranjo de Nataniel Bádue

Vem Cá Minha Companheira

JOAQUIM MANUEL DA CÂMARA [1780 – 1840]

Arranjo de Nataniel Bádue

Oh Inquieta Pombinha

JOAQUIM MANUEL DA CÂMARA [1780 – 1840]

Arranjo de Nataniel Bádue

Foi O Momento De Ver-Te

MARCOS PORTUGAL [1762 - 1830]

Arranjo de Nataniel Bádue

Cavatina De Ernesta (Da Ópera "As Damas Trocadas")

JOSÉ MAURICIO NUNES GARCIA [1767-1830]

Arranjo de Nataniel Bádue

Beijo A Mão Que Me Condena

CÂNDIDO INÁCIO DA SILVA [1800-1838]

Arranjo de Nataniel Bádue

Lá No Largo Da Sé Velha

CHIQUINHA GONZAGA [1847 - 1935]

Arranjo de Nataniel Bádue

Roda Ioiô (Canção Brasileira)

CHIQUINHA GONZAGA [1847 - 1935]

Arranjo de Nataniel Bádue

Lua Branca

CHIQUINHA GONZAGA [1847 - 1935]

Arranjo de Nataniel Bádue

Não Se Impressione (Forrobodó)
 

Convidados:

Sheila Negro - Voz

SIGISMUND NEUKOMM [1778 - 1858]

Arranjo de Kleberson Buzo

O Amor Brazileiro

JOAQUIM CALLADO [1848 - 1880]

Arranjo de Marcelo Ghelfi

Flor Amorosa

JOAQUIM CALLADO [1848 - 1880]

Arranjo de Marcelo Ghelfi

Lundu Característico

JOAQUIM CALLADO [1848 - 1880]

Arranjo de João Mauricio Galindo

Querida Por Todos (Dedicado à Chiquinha Gonzaga)

CHIQUINHA GONZAGA [1847 - 1935]

Arranjo de João Mauricio Galindo

Atraente

CHIQUINHA GONZAGA [1847 - 1935]

Arranjo de João Mauricio Galindo

São Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

2024