RAZÕES PARA NÃO PERDER A SÉRIE DOCUMENTAL “THE BEATLES: GET BACK” NO DISNEY+

Placa azul com letras brancas em fundo preto    Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

O documentário, já disponível na plataforma, é dirigido por Peter Jackson e mostra filmagens nunca vistas do último show dos Beatles

 

Pessoas com instrumentos musicais e microfone em cima de mesa    Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

Já está disponível no Disney+ o documentário The Beatles: Get Back. Dividido em três partes, The Beatles: Get Back é dirigido por Peter Jackson (da trilogia O Senhor dos AnéisEles Não Envelhecerão), e criado inteiramente a partir de filmagens restauradas nunca antes vistas, proporcionando o mais íntimo e honesto olhar já filmado do processo criativo e do relacionamento entre John, Paul, George e Ringo.

 

Para quem ama a banda ou para quem aprecia uma boa música, confira abaixo alguns motivos para assistir o documentário:

 

IMAGENS EXCLUSIVAS

O principal destaque da produção é o fato dele apresentar um conteúdo exclusivo. "THE BEATLES: GET BACK" contém quase 60 horas de filmagens nunca vistas gravadas ao longo de 21 dias, dirigidas por Michael Lindsay-Hogg em 1969, e de mais de 150 horas de áudio nunca ouvidos, a maioria do qual estava trancada em um cofre por mais de meio século. Jackson é a única pessoa em 50 anos a ter acesso a este conteúdo, que agora foi restaurado brilhantemente.

 

RELACIONAMENTO DO QUARTETO

O documentário mostra o relacionamento de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr de uma forma única e íntima, com piadas, comentários e conversas feitas por um grupo de amigos juntos há vários anos, fazendo com o que o público se sinta próximos desses ícones. "Em muitos aspectos, a notável filmagem de Michael Lindsay-Hogg capturou diversas histórias: a de amigos e de indivíduos, a das fragilidades humanas e de uma parceria divina. É um relato detalhado do processo criativo, com a elaboração de canções icônicas sob pressão, situado em meio ao clima social do início de 1969. Mas não é nostalgia - é cru, honesto e humano. Em seis horas, você conhecerá os Beatles com uma intimidade que nunca pensou ser possível", comenta o diretor Peter Jackson.

 

PROCESSO CRIATIVO

Uma das melhores partes de "THE BEATLES: GET BACK" é poder acompanhar o processo criativo dos gênios da música com a produção do álbum Get Back e de outras canções e composições clássicas apresentadas nos dois álbuns finais da banda, Abbey Road e Let It Be.

 

Pessoas tocando instrumentos musicais    Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

DESMENTIFICANDO SUPOSIÇÕES

O documentário serviu também para desmentir suposições feitas há diversos anos, como o relacionamento instável de Paul e John, que, na verdade, não eram brigados e tinham uma relação de parceria; e o relacionamento amigável do grupo com Yoko Ono, noiva de John Lennon.

 

ÚLTIMO SHOW DA BANDA

"THE BEATLES: GET BACK" apresenta – pela primeira vez na íntegra – a última apresentação ao vivo dos Beatles como um grupo, o inesquecível show surpresa que o grupo realizou no topo do Savile Row, em Londres.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Pode preparar a pipoca!

Formula E