“KIZAZI MOTO: GENERATION FIRE”, ANTOLOGIA ANIMADA DOS PRINCIPAIS CRIADORES AFRICANOS, GANHA DATA PARA LANÇAMENTO NO DISNEY+ EM 2022

A série Sci-Fi de dez partes leva o público a uma emocionante viagem rumo a Africa do Futuro. Peter Ramsey será o produtor executivo

Uma imagem contendo foto, diferente, itens, grupo    Descrição gerada automaticamente

São Paulo, 17 de junho de 2021 - Criadores do Zimbábue, Uganda, África do Sul, Nigéria, Quênia e Egito trarão suas visões únicas para todo o mundo com "Kizazi Moto: Generation Fire", uma coleção de 10 filmes originais Disney+, que terá estreia exclusiva no final de 2022.

 

Esta antologia animada reúne uma nova onda de estrelas da animação para levá-lo em uma viagem divertida rumo ao futuro da África. Inspiradas pelas diversas histórias e culturas do continente, essas narrativas de ficção científica e fantasia repletas de ação, apresentam visões ousadas de tecnologia avançada, alienígenas, espíritos e monstros imaginados a partir de perspectivas exclusivamente africanas.

 

O diretor vencedor do Oscar® Peter Ramsey ("Homem-Aranha: No Aranhaverso") atuará como produtor executivo da antologia, com Tendayi Nyeke e Anthony Silverston como produtores supervisores. Triggerfish será o estúdio líder para a antologia, trabalhando em colaboração com estúdios de animação em todo o continente e globalmente.

 

"Estamos trazendo o trabalho de uma nova geração visionária de cineastas africanos para a Disney +. Além de entregar uma animação emocionante para fãs de todas as idades, esta coleção de dez filmes originais explora o fenômeno do Afrofuturismo que foi turbinado pela Pantera Negra da Marvel e reflete o compromisso contínuo da Disney em fazer parceria com os maiores talentos globais para contar histórias do mundo de pontos de vista novos e autênticos, comentou Michael Paull, presidente Disney + e ESPN +.

 

"'Kizazi Moto' deriva da frase em suaíli 'kizazi cha moto' que se traduz literalmente como 'geração de fogo', capturando a paixão, inovação e entusiasmo que este novo grupo de cineastas africanos vão levar ao mundo. 'Moto' também significa fogo em várias outras línguas africanas, de Kinyarwanda de Ruanda a Shona, uma língua do Zimbábue, falando com o espírito panafricano que esperamos que esta antologia incorpore", comentou Tendayi Nyeke, Produtor Supervisor, Triggerfish.

 

"Estou muito satisfeito por fazer parte de um projeto inovador, novo e emocionante que visa expor o mundo a uma nova onda de criatividade e invenção de um lugar que está pronto para explodir no cenário mundial da animação. Os filmes da antologia meio que abrangem toda a gama quando se trata de ficção científica. Existem histórias que tocam em outros mundos, viagens no tempo e seres alienígenas, mas todas essas convenções de gênero são vistas através de uma lente africana que as torna totalmente novas. Mal posso esperar que as pessoas e digam 'Quero mais!", Comentou Peter Ramsey, Produtor Executivo.

 

Sobre o desenvolvimento e produção de "Kizazi Moto: Generation Fire"

Mais de 70 diretores e criadores de destaque em todo o continente foram convidados a apresentar suas ideias, após uma fase de pesquisa de vários anos que incluiu contribuições do blogueiro de quadrinhos de Gana, Kadi Tay, e do premiado supervisor de animação congolês Sidney Kimbo-Kintombo (Vingadores: Ultimato) e a produtora namibiana-sul-africana Bridget Pickering (Hotel Rwanda).

 

O processo foi curado e produzido pela equipe da Triggerfish, incluindo o produtor supervisor Tendayi Nyeke, o chefe de desenvolvimento Anthony Silverston e Kevin Kriedemann, que propôs a ideia inicial para a antologia. 15 projetos selecionados foram orientados pelo diretor vencedor do Oscar® Peter Ramsey e pelas equipes de criação da Triggerfish e da Disney.

 

Os 10 filmes finais são de Ahmed Teilab (Egito), Simangaliso 'Panda' Sibaya e Malcolm Wope (África do Sul), Terence Maluleke e Isaac Mogajane (África do Sul), Ng'endo Mukii (Quênia), Shofela Coker (Nigéria), Nthato Mokgata e Terence Neale (África do Sul), Pious Nyenyewa e Tafadzwa Hove (Zimbábue), Tshepo Moche (África do Sul), Raymond Malinga (Uganda) e Lesego Vorster (África do Sul). Cada filme terá aproximadamente dez minutos de duração e, juntos, formarão uma antologia de longa-metragem de animação original que será lançada como uma produção Original Disney+ em todo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto