Filme “Desconectados” entra na programação do Futura no dia 12 de maio

 

Documentário de 75 minutos trata do impacto da falta de aulas durante a pandemia para alunos da rede pública

 

A pandemia teve um impacto gigantesco nas escolas públicas no Brasil. De março de 2020 ao segundo semestre de 2021, 38 milhões de alunos ficaram sem aulas. Esse é o fio condutor do documentário "Desconectados", que chega ao Futura no dia 12 de maio, às 23h, na faixa Mundo.doc, sendo reprisado no dia 13, às 20h. O filme é uma produção da Folha de São Paulo, em parceria com o Instituto República, e foi dirigido pelos jornalistas Pedro Ladeira, Paulo Saldaña (ambos da Folha de São Paulo) e Ana Graziela Aguiar. Em setembro de 2022, o longa foi um dos selecionados para o 8º Festival Internacional de Cinema de Brasília.

 

Gravado em Brasília em quatro escolas diferentes, reunindo estudantes, professores e diretoras, o documentário revela como foi parar tudo repentinamente, gerando desconexões diversas: entre os amigos, com a escola do dia a dia e, claro, com o próprio ensino. As desigualdades de cada escola, as saídas encontradas em busca de uma adaptação e os anseios de estudantes e famílias estão presentes ao longo dos 75 minutos de exibição. "São tantas agendas atuais como conectividade, saúde mental, ensino médio, busca ativa, acesso e permanência na escola, enfim... o filme é um suco de Brasil na veia, fundamental para identificarmos problemas e oportunidades para políticas públicas de qualidade. Uma obra para se debater com educadores, estudantes e famílias", reforça José Brito, diretor do Canal Futura.

 

Paulo Saldaña, um dos diretores do filme, chama atenção que, mesmo com o recente fim da emergência global pela OMS, a pandemia deixou suas marcas: "Com Desconectados, acompanhamos estudantes, famílias, professores e a própria rotina das escolas em um período inédito na história, cujas consequências ainda serão sentidas por muito tempo. Buscamos retratar esse processo de uma forma íntima mas sem abrir mão de uma reflexão qualificada dos desafios educacionais e das políticas públicas", diz o jornalista, que complementa: "Espero que as exibições no Canal Futura amplifiquem o debate sobre a educação pública e os desafios impostos e intensificados pela pandemia".

 

"Desconectados" se alinha à 3ª pesquisa "Juventudes e a Pandemia: E agora?", cujos números foram divulgados em setembro de 2022. Ela foi coordenada pelo Atlas das Juventudes e realizada em parceria com Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), Em Movimento, Fundação Roberto Marinho, Rede Conhecimento Social, Mapa Educação, Porvir, UNESCO e Visão Mundial, com apoio de Itaú Educação e Trabalho, GOYN-SP e UNICEF. De acordo com os resultados, o forte impacto da pandemia na saúde mental de jovens ainda era sentido: 6 a cada 10 participantes passaram ou vinham passando por ansiedade nos últimos 6 meses e 50% sentiam o cansaço e exaustão frequentes como efeitos da pandemia.
 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

2024