[LUTA FEMININA EM QUADRINHOS] história dos direitos das mulheres pelo mundo ganha versão 'graphic novel' pelas mãos de ativistas contemporâneas

"Amazonas, Abolicionistas e Ativistas" exalta a luta feminina desde a antiguidade até os dias atuais

A luta feminina por igualdade é longa e já foi contata por diversos ângulos. Agora, a obra "Amazonas, Abolicionistas e Ativistasrelata esta história de maneira inovadora: em formato graphic novel. Lançamento da Editora Seoman e escrita pela ativista e crítica cultural negra Mikki Kendall, ela apresenta as principais figuras e acontecimentos que promoveram os direitos das mulheres ao longo do tempo.  

Kendall, ao lado da ilustradora queer A. D´Amico, relata as proezas de mulheres notáveis ao longo da história – de rainhas e combatentes da liberdade a guerreiras e espiãs –, além de citar importantes passagens sobre os movimentos progressistas liderados por mulheres que moldaram a história, entre eles a abolição, o movimento sufragista, a entrada da mulher no mercado de trabalho, os direitos civis, o movimento LGBTQ+, os direitos reprodutivos e muito mais.

Traduzida pela brasileira Denise de Carvalho Rocha, esta HQ trata, de forma contundente e ousada, de diversos temas que compõe a trajetória das mulheres rumos aos seus direitos, como: os direitos das mulheres na antiguidade; como era o poder de imperatrizes, rainhas e princesas; o papel da escravidão, do colonialismo e do imperialismo no processo de apagamento das mulheres; a luta feminina pela liberdade e a marcha pela igualdade. Passa ainda pela revolução sexual e pela crise da AIDS (entre 1960 e 1980) e pelos feminismos corporativo, inclusivo etc.

"Esta é uma obra dedicada àquelas que pavimentaram o caminho, para as que aprenderam a abrir caminho e para as outras que encaram caminhos ainda desconhecidos", dizem a autora e a ilustradora na dedicatória.  Ao percorrerem a história da luta feminina, do começo ao fim, elas mostram figuras históricas e contemporâneas como Angela Davis, Malala, Janet Mock e Jowelle de Souza, além de muitas líderes no mercado de trabalho e na política como Michele Bachelete e Ellen Johnson Sirleaf.  O leitor é transportado, junto com as personagens desta HQ (que representam a diversidade racial, estética e cultural) para uma viagem de resgate pelas origens e pelos progressos da luta pelos direitos de todas as mulheres.

Elogios ao livro:

"Um mergulho belamente ilustrado, sem rodeios e surpreendentemente profundo na história dos direitos das mulheres pelo mundo afora. Vai encantar crianças e adultos." – N. K. JEMISIN, autora vencedora do Prêmio Hugo pela trilogia Os Reinos Partidos

"Atraente, abrangente e magnificamente ilustrada, esta obra é a plataforma de lançamento perfeita para mil outras investigações sobre mulheres inspiradoras e influentes." – SCOTT WESTERFELD, autor de Impostors

"Uma obra-prima absoluta: audaciosa e brilhante. Fruto de uma pesquisa cuidadosa e urgentemente necessária, esta obra precisa estar em todas as salas de aula, todas as bibliotecas, todas as casas, todos os lugares." – DANIEL JOSÉ OLDER, autor best-seller do New York Times de The Shadowshaper Cypher e Dactyl Hill Squad

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

2024