Canal Brasil exibe mostra inédita de documentários do 50º Festival de Gramado a partir desta sexta, 12


 

Transmissão ao vivo da cerimônia de premiação e cobertura diária do evento também fazem parte da programação

 

 

Canal Brasil exibe a partir desta sexta, 12 de agosto, uma programação especial da 50ª edição do Festival de Gramado, considerado um dos principais festivais de cinema do país. De 12 a 16 de agosto, a mostra inédita de documentários brasileiros em competição vai ao ar com exclusividade no canal, sempre às 20h. As produções também ficarão disponíveis simultaneamente no Globoplay + Canais e poderão ser assistidas no streaming até o dia 17.

 

Os filmes selecionados pela curadoria do Festival de Gramado para a mostra de documentários são: "Ademã - A Vida e as Notas de Ibrahim Sued", uma coprodução Globo Filmes, Canal Brasil, Globonews e Beaucastel Filmes, dirigida por Isabel Sued Perrin e Paulo Henrique Fontenelle; "Um Par para Chamar de Meu", de Kelly Spinelli; "Elton Medeiros - O Sol Nascerá", de Pedro Murad; "O Destino Está na Origem", de Pedro de Castro Guimarães; e "Eu Nativo", de Ulisses Rocha,

 

Entre os dias 12 e 20 de agosto, o Canal Brasil exibirá, às 19h45, edições especiais do programa "Cinejornal" com os bastidores e as principais notícias sobre o evento que promete agitar a Serra Gaúcha. E no dia 20, às 20h45, é a vez da transmissão ao vivo da cerimônia de premiação direto do Palácio dos Festivais. Na tela do Canal Brasil será possível acompanhar desde o tapete vermelho até a consagração dos melhores filmes desta edição histórica com o cobiçado troféu Kikito.

 

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO NO CANAL BRASIL

Exibição dos longas documentais:

De 12/08 a 16/08, às 20h. Na TV e também no Globoplay + Canais

 

"Ademã -- A Vida e as Notas de Ibrahim Sued" (2022) (104´)

Data: 12/08 (sexta)

Direção: Isabel Sued Perrin e Paulo Henrique Fontenelle

Sinopse: Relato emocionante da filha do Ibrahim Sued, que foi buscar por meio de
entrevistas, fotos e filmes do arquivo pessoal, a trajetória desse jornalista que inovou e
revolucionou a imprensa brasileira dos anos 50 até sua morte em 1995.

 

"Um Par para Chamar de Meu" (2022) (82´)

Data: 13/08 (sábado)

Direção: Kelly Cristina Spinelli

Sinopse: Em Um Par Pra Chamar de Meu, a documentarista Kelly Cristina Spinelli
acompanha a vida da mãe e de quatro outras mulheres que saem com os chamados personal dancers para discutir solidão, sexualidade e privilégio entre as mulheres da terceira idade.

 

"Elton Medeiros -- O Sol Nascerá" (2022) (80´)

Data: 14/08 (domingo)

Direção: Pedro Murad

Sinopse: É um registro de Elton Medeiros, um dos compositores mais representativos do samba brasileiro. Foi o principal parceiro de Paulinho da Viola, com composições antológicas com Cartola, Zé Ketti, entre outros.

 

"O Destino está na Origem" (2022) (61´)

Data: 15/08 (segunda)

Direção: Pedro de Castro Guimarães

Sinopse: Um encontro revelador entre 8 etnias indígenas, as caixeiras do Divino do Maranhão, a regente Renata Amaral e o produtor musical André Magalhães.
 

"Eu Nativo" (2022) (71´)

Data: 16/08 (terça)

Direção: Ulisses Rocha

Sinopse: O filme mostra aspectos da vida das tribos Kayapó, Potiguara, Tabajara,
Fulni-ô e Pankararu e mostra as belezas naturais que cercam as aldeias, além de depoimentos surpreendentes sobre como os indígenas sofrem com o preconceito racial e a discriminação.

 

Exibição do programa Cinejornal com as principais notícias sobre o evento:

Entre os dias 12 a 20 de agosto, às 19h45

 

Cerimônia de premiação ao vivo:

Dia 20/08, sábado, às 20h45. Na TV e também no Globoplay + Canais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Festival #ConverseComOutrasIdeias debate sustentabilidade na semana do Dia Mundial do Meio Ambiente