No Dia do Orgulho, Telecine Touch reúne produções marcantes de temática LGBTQIAP+

  

Telecine Pipoca também celebra a data com a exibição de Hoje Eu Quero Voltar Sozinho na sessão Vozes do Cinema, que esse mês se dedica à temática e ao movimento

 

Todas as formas de amor são bem-vindas no Telecine. E, na terça, 28 de junho, data em que é celebrado o Dia do Orgulho LGBTQIAP+, esse encontro fica ainda mais especial no Telecine Touch e no Pipoca com personagens inspiradores, afinal "O cinema tem sempre uma boa história. E um final feliz cabe em todas". A diversidade e o respeito dão o tom à cinelist Orgulho LGBTQI+ no catálogo on demand do Telecine.

 

No Telecine Touch, Eu Não Quero Voltar Sozinho abre a seleção às 13h15, com o sensível dilema de Leonardo (Ghilherme Lobo). Deficiente visual, o adolescente e Giovana (Tess Amorim) são inseparáveis, mas a amizade é abalada quando Gabriel (Fabio Audi) chega na escola e desperta novos sentimentos nele. Na sequência, o francês Tomboy, vencedor do Prêmio Teddy no Festival de Berlim, conta a história da pequena Laure (Zoé Héran), de 10 anos, que decide assumir a identidade de Mickaël em segredo. Depois é a vez do público se encantar com a conexão entre Sun-Hwa e Ha-Nam em Descobertas do Amor (2016).

 

Estrelado por Wagner Moura, Jesuita Barbosa e Clemens Schick, o filme brasileiro Praia do Futuro é destaque às 17h10. Com direção do cineasta cearense Karim Aïnouz, o longa concorreu ao Urso de Ouro no Festival de Berlim, em 2014, e trata sobre as reconstruções interiores de cada personagem. Já às 19h10, as descobertas afetivas de Elio e Oliver, interpretados por Timothée Chalamet e Armie Hammer, permeiam Me Chame Pelo Seu Nome, premiado por seu roteiro adaptado no Oscar. O especial do Telecine Touch continua com o inédito Depois Daquela Festa, curta brasileiro exibido às 21h35. Dirigida por Caio Scot, a produção acompanha um jovem que se depara com seu pai beijando outro homem em uma festa. A partir daí, se pergunta: "como contar a ele o que viu?".

 

Na faixa das 22h, Milk - A Voz da Igualdade retrata a história de Harvey Milk, ativista americano que lutou pelos direitos dos homossexuais e se tornou o primeiro gay a ser eleito a um cargo público nos EUA. Por sua performance como o protagonista, Sean Penn conquistou o Oscar na categoria Melhor Ator. A maratona conta ainda com Rafiki (à 0h15), que narra a paixão de jovens quenianas de famílias rivais, e Retrato de uma Jovem em Chamas (à 1h50), indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e à Palma de Ouro em Cannes.

 

No mesmo dia 28, o Telecine Pipoca também celebra a data, às 20h, com o longa Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, derivado do curta Eu Não Quero Voltar Sozinho e que mergulha ainda mais na trama de Leonardo, Giovana e Gabriel. O filme faz parte da seleção especial da sessão Vozes do Cinema, espaço na programação dedicado ao cinema representativo. A cada mês, uma temática é escolhida e, em junho, a faixa é estrelada por filmes LGBTQIAP+.

 

Serviço do especial do Telecine Touch

 

Terça, dia 28 de junho

 

13h15 - Eu Não Quero Voltar Sozinho

13h40 - Tomboy

15h15 - Descobertas do Amor (2016)

17h10 - Praia do Futuro

19h10 - Me Chame Pelo Seu Nome

21h35 - Depois Daquela Festa

22h00 - Milk - A Voz da Igualdade

0h15 - Rafiki

1h50 - Retrato de uma Jovem em Chamas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

GloboNews promove Festival #ConverseComOutrasIdeias